* *

Donizét Píton: “Nosso País precisa ser repensado. Impossível administrar esse gigante com políticos incompetentes e administração cara e arcaica”

Confira a seguir o artigo do presidente da ANDIF

Por: Redação ANDIF - Publicação: 25/07/2018
Imagem de Donizét Píton: “Nosso País precisa ser repensado. Impossível administrar esse gigante com políticos incompetentes e administração cara e arcaica”

Donizet Piton, presidente da ANDIF

Enquanto todos estávamos distraídos com a Copa do Mundo, os Ministros do STF aproveitaram para libertar mais alguns bandidos. O Supremo mostra-se cada vez mais distante das ânsias do seu povo. Mesmo condenados pelos Juízes das Instâncias inferiores, presos são soltos, inocentam culpados e por aí vai. A Justiça está à deriva

Não bastasse o desmando geral, temos uma Administração Pública imensa e fora de controle. Mesmo considerando as dimensões continentais deste País, num rápido apanhado percebe-se sua inviabilidade política e administrativa. Vejamos como é composta a administração do País:

1 Presidente no Palácio do Planalto. 01 Vice-presidente;

1 Câmara Federal,  81 Senadores, 513 Deputados Federais;

27 Governadores e 27 Vice-governadores;

27 Câmaras Estaduais com 1049 Deputados Estaduais;

5.568 Prefeitos. 5.568 Vice-prefeitos, 5.568 Câmaras Municipais, 57.931 Vereadores;

Total: 70.794 políticos com 12.825 Assessores Parlamentares na Câmara Federal, 4.455 Assessores

Parlamentares   no Senado,  27.000 Assessores Parlamentares nas  Câmaras Estaduais, 600.000 Assessores Parlamentares nas Câmaras Municipais.

Total Geral: 715.074.

CUSTO:

R$ 248.000,00 por minuto, R$ 14,9 milhões por hora, RS 357,5 milhões por dia, R$ 10,7 bilhões por mês, R$ 128 bilhões por ano mais só de salários. Nesse valor não estão inclusas as mordomias, mais R$ 6 bilhões de Fundo  Partidário.

35 Partidos registrados no TSE, mais           73 Partidos em Formação. Articula-se nos bastidores da Câmara Federal a criação de 200 novas Prefeituras.

Soma-se ainda, a esses trágicos dados Oficiais os milhares de apadrinhados que os políticos eleitos levam para dentro da administração publica transformando estatais e gabinetes em enormes e inoperantes "cabides de emprego".

Considera-se ainda, que embora cara, temos uma administração publica incompetente. Entre alguns poucos bem intencionados, os eleitos são compostos de oportunistas que passam a integrar todos os escalões da administração publica . Em conjunto com seus apadrinhados atuam como verdadeiros vampiros fazendo verdadeira orgia com o suado dinheiro do povo brasileiro.

Porque a Saúde e a Educação não são geridas com o mesmo grau de profissionalismo e competência com que é administrada a Secretaria da Receita Federal?  Todos não compõem esse imenso País e não merecem a mesma atenção?  

Nosso País precisa ser repensado. Impossível administrar esse gigante com políticos incompetentes e administração arcaica, medíocre, ultrapassada e cara.



Notícias Relacionadas

Proteção dos Dados: “Nos últimos 30 anos, essa é a primeira Lei aprovada que tem real peso na vida do cidadão”, destaca presidente da ANDIF

15/08/2018 -

Para que o cidadão não seja alvo e vitima de empresários gananciosos é absolutamente necessário ainda, a implementação de Lei que discipline a atuação das empresas, ressalta Donizét

Compra com dois cartões de crédito pode levar o consumidor ao superendividamento

15/08/2018 -

O mais indicado é quitar as compras já existentes no cartão para aumentar o limite de crédito disponível até que o valor seja suficiente para realizar a aquisição

Lei Maria da Penha 12 anos: Precisa avançar o combate à violência contra a mulher

08/08/2018 -

São 13 mulheres assassinadas por dia, uma a cada duas horas

+ Notícias

Redes Sociais

Atendimento ao Consumidor

Empresas

Baixe Gratuitamente

Projeto: Mídia Consulte