Webmail

* *

05/06/2018
Após greve dos transportadores, inflação em São Paulo encerra maio em alta
Em abril, IPC tinha registrado deflação de 0,03%
Publicação: 05/06/2018
Por: Redação ANDIF
Imagem de Após greve dos transportadores, inflação em São Paulo encerra maio em alta

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Fipe) de São Paulo encerrou maio com alta de 0,19%, após variação negativa de 0,03% em abril, sob a pressão da alta dos alimentos e dos transportes num final de mês marcado pela greve dos caminhoneiros.

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) informou nesta terça-feira (5) que os preços do grupo Alimentação avançaram 0,62 por cento e foram o que mais pesaram, com impacto de 0,1508 ponto percentual, após recuo de 0,10% em abril.

Já Transportes registraram alta de 0,59% em maio após avanço de 0,05% no mês anterior.

O final do mês de maio foi marcado pela greve dos caminhoneiros, encerrada na semana passada após mais de 10 dias de manifestações em estradas que provocaram escassez de alimentos, combustíveis e outros produtos, afetando os preços.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

Das sete classes de despesa que compõem o indicador, quatro mostraram aceleração da alta de preços ou deflação menor em relação à leitura da semana imediatamente anterior.São elas: Alimentação (0,07% para 0,62%), Transportes (0,19% para 0,59%), Despesas Pessoais (0,19% para 0,32%) e Vestuário (-0,11% para -0,10%).

As demais tiveram inflação menor ou maior queda de preços: Habitação (-0,30% para -0,35%), Saúde (0,60% para 0,49%) e Educação (0,06% para 0,05%).

*Do G1 com Reuters e Valor Online


Leia mais

Redes Sociais

Baixe Gratuitamente

Projeto: Mídia Consulte